• Home  / 
  • Notícias
  •  /  África do Sul nomeia uma mulher como técnica da seleção feminina Sub 20

África do Sul nomeia uma mulher como técnica da seleção feminina Sub 20

E nesta semana de lançamento de campanha pela valorização do rugby feminino, o Rugby da África do Sul faz uma nomeação que é um divisor de águas na história do rugby. Laurian Johannes será a primeira técnica nacional na África do sul.

Laurian Johannes, que já foi jogadora da seleção de rugby da África do Sul, também conhecidas como “Springbok Women”, quebrou tabus ao ser nomeada como nova técnica da seleção Sub 20 feminina da África do Sul, tornando-se a primeira mulher a assumir o comando de uma seleção em seu país.
Outra ex-jogadora, Natasha Hofmeester, será manager do time comandado por Laurian, enquanto a primeira capitã da seleção Feminina da África do Sul, Nomsebenzi Tsotsobe, será manager da equipe adulta ao lado do técnico Stanley Raubenheimer.
A confederação de rugby da Sul Africana confirmou as nomeações nas equipes Sub20 e equipe adulta, uma vez que as equipes se preparam para atuações que acontecerão em breve. A equipe Sub 20 estreia em junho deste ano, jogando contra o Zimbábue.
Johannes terá como auxiliares Hennie Pieterse e Adriaan Lameley, enquanto a equipe adulta será liderada pelo trio Raubenheimer, Lungisa Kama e Eddie Myners (técnicos assistentes).
Johannes e sua equipe irão liderar a equipe Sub 20 contra o time do Zimbabué em Harare, nos dias 26 de junho, quarta-feira e sábado, dia 29 do mesmo mês. Esses jogos marcam a primeira aparição da equipe Sub 20 em seis anos. A última vez que a equipe jogou foi em 2013 na Copa do Mundo contra Inglaterra, EUA e Canadá, em Londres.
Um pouco da história de Johannes
Johannes que começou treinando em Western Province, em 2015, e seguiu treinando a equipe Sub 18 da Western Province, se diz honrada com a indicação.
“ Esta é uma oportunidade fantástica de treinar neste nível! Estou absolutamente honrada em ser a primeira mulher a fazê-lo no rugby da África do Sul” disse Johannes.
“Quando eu me aposentei do rugby, como jogadora, meu objetivo era entrar no mundo dos treinadores, e um projeto a longo prazo, era me tornar treinadora da seleção de Rugby Feminina algum dia. Por isso, estou muito feliz em receber esta oportunidade. Este é um grande passo na direção certa.”
Sobre os jogos contra a seleção do Zimbabué, que acontecerão em menos de um mês, ela disse: “ Tive a oportunidade de trabalhar rapidamente com as jogadoras e elas entenderam que estamos trabalhando para algo algo grande. Mas esta oportunidade é muito maior que tudo que vivemos até agora.”
“ Estas jogadoras serão as que estarão na seleção principal em alguns anos, então, esta é uma chance de desenvolver qualidades e habilidades. Por isso, jogar contra outras equipes em nível internacional é vital para o desenvolvimento destas jogadoras.”
As Springbok começarão a temporada com uma missão muito importante em agosto, estreando na Copa das Mulheres, em Gauteng, que servirá como qualificatório para a copa feminina de rugby em 2021.

O torneio, que acontecerá no estádio Bosman em Brakpan, receberá três rodadas de jogos entre as Springbok, Quênia, Madagascar e Uganda. Cada equipe jogará uma contra a outra uma vez, e o time com a melhor atuação, ao final da competição, estará qualificado para a copa feminina de Rugby na Nova Zelândia.
Equipe técnica da seleção da Africa do Sul Sub 20:
Técnico: Laurian Johannes
Técnicos assistentes: Hennie Pieterse, Adriaan Lameley
Médico: Dr Darren Green
Fisioterapia: Nontobeko Nyalunga
Técnico de condicionamento: Sisonke Makapela
Manager: Natasha Hofmeester

Springbok Women’s management team:
Técino: Stanley Raubenheimer
Técnicos assistentes: Lungisa Kama, Eddie Myners
Médico: Dr Moshe Mageti
Fisioterapia: Nontobeko Nyalunga
Analista técnino: Bahle Juuku
Manager: Nomsebenzi Tsotsobe

Texto: http://The Ladyblitzbokke Supporters Page

Tradução: Helen Lagares