• Home  / 
  • Notícias
  •  /  RIO GRANDE DO SUL FORMA A PRIMEIRA MULHER TRAINER WORLD RUGBY DO BRASIL

RIO GRANDE DO SUL FORMA A PRIMEIRA MULHER TRAINER WORLD RUGBY DO BRASIL

29 de março de 2019

A primeira mulher Trainer – World Rugby do Brasil é gaúcha. A médica Lúcia Deibler foi certificada como Trainer, credenciada pela World Rugby, se tornando a primeira médica no Brasil a receber esse título. A gaúcha, ao ministrar os cursos na Semana do Bem Estar do Jogador, realizada entre os dias 17 e 24 de março, em São Paulo, obteve destaque ao ser capacitada como a primeira Trainer da região sul do país e a única médica certificada para formar Educadores Médicos atualmente no Brasil.

O curso com capacitação em Immediate Care in Rugby (Cuidados Imediatos) e Curso de Educadores World Rugby para médicos promovido pelo Brasil Rugby Desenvolvimento contou com a presença de Guilhermo Signorelli – Trainer e Gerente Regional Sudamerica Rugby; Luis Mendia – Trainer e Gerente de Educação Médica da World Rugby, Maurício Migliano – Master Trainer Brasil Rugby e Lúcia Deibler – Educadora Médica da World Rugby.

Durante o treinamento, cinco médicos adquiriram certificação de Educadores Médicos, sendo eles: Nicole Fravetto e Pedro Murara, de São Paulo, Daniel Oliveira, de Santa Catarina, Ana Marcela Lopez, do Rio de Janeiro e Lucas Duque, o “Tanque” da Seleção Brasileira de Rugby XV. Porém o destaque ficou por conta da certificação de Lúcia Deibler como Trainer Firs-Aid e Immediate Care da World Rugby. “Primeiramente me sinto muito honrada, não apenas por ser mulher, mas também por ser da região sul e isso contribui ainda mais para os sensos de responsabilidade e de doação”, afirma Lúcia.

Para a Trainer, os princípios do Rugby, por estarem vinculados à sua profissão, fizeram com que ela trilhasse o caminho na modalidade. “Os princípios de disciplina, ética e respeito, tão vinculados ao rugby, não poderiam deixar de estarem presentes no exercício da medicina. E é exatamente por isso que sempre me encaixei tão bem nesse caminho que venho trilhando como atleta e profissional”, ressalta.

Com o papel de formar Educadores Médicos no país, Lúcia ressalta que os cuidados médicos, sobretudo no que tange a modalidade, são fundamentais para a prática segura do rugby. “Temos um papel importante de educar a população e, principalmente, os atletas para uma prática segura. Ainda estamos em desenvolvimento e isso significa trabalho duro, principalmente para disseminar a cultura do esporte e para que os clubes e demais entidades vinculadas entendam que o principal é o bem-estar do jogador. Portanto, é meu objetivo capacitar atletas, profissionais da saúde, treinadores e as famílias para que entendam a necessidade de prevenção e manutenção da saúde”, explica a Trainer.

Conheça um pouco da carreira de Lúcia Deibler

Lúcia Deibler iniciou sua carreira como atleta no Charrua Rugby Club, no ano de 2005. Como jogadora, Lúcia participou de diversos campeonatos oficiais com a Categoria Feminina Adulta da equipe porto-alegrense. Após se formar em Medicina, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul em 2008, Lúcia iniciou sua atuação como médica em partidas oficiais da FGR nas categorias juvenil, masculino adulto e feminino.

Em 2015, ela foi indicada para participar do Curso Immediate Care in Rugby e de Educadora Médica, em Buenos Aires – ARG. Desde então, Lúcia já ministrou mais de oito cursos de First-Aid nos estados do Rio Grande do Sul e São Paulo. Além disso, a médica também atuou em jogos internacionais, como nos jogos Brasil e Chile, Brasil e Canadá e Brasil e EUA, pelo American Rugby Cup, em São Paulo/SP.

Ao obter o Título de Trainer World Rugby, Lúcia passa a ser a primeira mulher a ser capacitada como Trainer WR em todo território nacional, além de ser a única médica certificada para formar Educadores Médicos atualmente no Brasil.

Entendendo a diferença entre Educador x Trainer

A World Rugby acredita globalmente Educadores e Trainers como forma de garantir a qualidade e padrão dos cursos ministrados pela entidade (work force). Após certificados, os Educadores ficam responsáveis por promover cursos na sua área de atuação, tais como: First-aid (primeiros socorros), Match Official (Árbitro), Coach, Leading, outros. Já o Trainer é um degrau acima no nível hierárquico, sendo responsável pela capacitação e coach dos Educadores.


A FGR conta hoje com 5 Educadores e 1 Trainer World Rugby:

– Eraldo Pinheiro – Educador Coaching e Força & Condicionamento;
– Lucas Toniazzo – Educador Leading e Match Official (árbitro);
– Javier Cardozo – Educador Coaching e Força & Condicionamento;
– Gabriel Bolzan – Educador Coaching
– Ricardo Sant’Anna – Educador Match Official (árbitro);
– Lúcia Deibler – Trainer First-Aid & Immediate Care (primeiros-socorros).

Fonte: Imprensa FGRugby

Fotos: Imprensa FGRugby