Rugby de Calcinha

Nova Zelândia é a campeã da Copa do Mundo de Rugby 7’s

O segundo dia começou com a disputa entre o 13º e 16º lugares. A África do Sul foi bem superior ao México, que praticamente não foi ao ataque, e avançou para a disputa do 13º lugar. O Brasil entrou logo em seguida, mas apesar da vitória não jogou tão bem quanto no primeiro dia de jogos. A Inglaterra não encontrou dificuldades para vencer a China, vencendo até com certa facilidade. Como em qualquer esporte que jogue, o Japão se entrega ao máximo e foi o visto no jogo contra Fiji. Lutou até o último segundo e venceu.
Na disputa pelo 5º lugar, a Irlanda começou impondo seu jogo e estava vencendo até com certa facilidade, mas se descuidou e quase viu a vaga escapar. A Espanha começou mandando no primeiro tempo, o Canadá reagiu um pouco no segundo tempo, mas não foi o suficiente para reverter o placar a favor das espanholas.
Na disputa por vaga na final da Copa, Austrália e França fizeram jogo que venceu quem errou menos, e desta vez foi a França, que fez um try desempatando a partida nos segundos finais. Que jogo entre Nova Zelândia e Estados Unidos, outro jogo do errar menos. A Nova Zelândia errou menos, e ainda contou com ataque muito rápido para vencer as americanas.
Na disputa pela 15º colocação, Papua Nova Guiné levou vantagem sobre o México, já que disputou algumas etapas do WSS na última edição, vindo assim melhor preparada. O Brasil não foi ameaçado pela África do Sul, voltou a jogar bem e ficou com a 13ª colocação. Fiji usou a habitual velocidade para vencer a China, que pouco fez no ataque e tive dificuldade para segurar as fijianas, que ficaram com a 11ª colocação.
Japão em campo com certeza é um jogo de muita dedicação e luta, mas não foi suficiente para vencer a Inglaterra na disputa pela 9ª colocação. Apesar de disputado, o jogo entre Rússia e Canadá foi de muitos erros, principalmente no primeiro tempo. No segundo, Canadá começou um pouco melhor e venceu o jogo, ficando na 7ª colocação. Em jogo empatado até o segundo final, a Espanha aproveitou melhor de sua força e marcou o try que lhe daria a 5ª colocação.
Após um primeiro tempo morno e com muitos knock-on, a Austrália voltou para o segundo tempo com mais objetivo para o ataque, deixando o jogo em 17 a 07, quando as americanas voltaram a jogar com a velocidade da Tapper, no entanto não foi suficiente, pois as australianas tinham Green inspirada. Austrália ficou com a 3ª colocação.

Na Final, bem que a França tentou, chegou até a pressionar no começo do jogo, mas não o suficiente para tirar o título de campeã da Nova Zelândia. Além do título, Sara Goss foi escolhida a melhor jogadora da Copa.

RESULTADOS DO 2º DIA – 21/07 – SÁBADO

Challenge Trophy (13º/16º lugar)
Jogo 17 – 13:30 – MÉXICO 00 X 34 ÁFRICA DO SUL
Jogo 18 – 13:52 – PAPUA NOVA GUINÉ 12 X 15 BRASIL
Challenge Trophy Semifinais
Jogo 19 – 14:14 – INGLATERRA 38 X 00 CHINA
Jogo 20 – 14:36 – FIJI 14 X 15 JAPÃO
Championship Cup (5º/8º lugar)
Jogo 21 – 14:58 – IRLANDA 20 X 15 RÚSSIA
Jogo 22 – 15:20 – ESPANHA 26 X 14 CANADÁ
Championship Cup Semifinais
Jogo 23 – 15:42 – AUSTRÁLIA 12 X 19 FRANÇA
Jogo 24 – 16:04 – NOVA ZELÂNDIA 26 X 21 ESTADOS UNIDOS

Challenge Trophy (11º/16º lugar)
Jogo 25 – 21:10 – MÉXICO 00 X 32 PAPUA NOVA GUINÉ
Jogo 26 – 21:32 – ÁFRICA DO SUL 00 X 22 BRASIL (13º lugar)
Jogo 27 – 21:54 – CHINA 00 X 38 FIJI (11º lugar)
Challenge Trophy Final
Jogo 28 – 22:16 – INGLATERRA 31 X 05 JAPÃO (9º lugar)
Championship Cup (5º/8º lugar)
Jogo 29 – 22:38 – RUSSÍA 10 X 22 CANADÁ (7º lugar)
Jogo 30 – 23:00 – IRLANDA 07 X 12 ESPANHA (5º lugar)
Championship Cup Bronze
Jogo 31 – 23:22 – ESTADOS UNIDOS 14 X 24 AUSTRÁLIA (3º Lugar)
Championship Cup Final
Jogo 32 – 23:47 – NOVA ZELÂNDIA 29 X 00 FRANÇA