Rugby de Calcinha

FPR comunica o cancelamento do 1° Magic Weekend

É com muita tristeza e decepção que apresentamos o comunicado do Comitê Feminino da FPR sobre o cancelamento do 1° Magic Weekend que seria realizado neste final de semana no SPAC.

A tempo, nossa decepção é pelo baixo interesse e não com o Comitê, que fez e faz um belissímo trabalho para o desenvolvimento do rugby feminino.

Prezadas equipes femininas de SP,

Nós, do Comitê Feminino da Federação Paulista de Rugby, informamos que o I Magic Weekend de XV Feminino, agendado para os dias 3 e 4 de março, foi cancelado por falta de quórum, o que gera uma grande frustração.

Desde que começamos a nos mobilizar, ainda em outubro do ano passado, tínhamos como proposta aumentar a representatividade da comunidade feminina junto à FPR e atender demandas antigas, entre elas o desenvolvimento do rugby XV feminino. Para isso, uma equipe de mulheres comprometidas elaborou um projeto de desenvolvimento seguro, consistente e de qualidade.

Esse plano foi apresentado na reunião com representantes de times femininos, realizada em dezembro do ano passado, durante o Lions. Posteriormente, enviamos um formulário de intenção de participação para
confirmar o interesse das rugbiers de São Paulo e darmos início ao planejamento do primeiro encontro. Mais de 130 jogadoras declararam interesse em participar do projeto.

O Comitê Feminino da FPR havia preparado um evento com a presença de 3 treinadores altamente qualificados, árbitros para palestras e condução de jogos, ambulância e equipe médica, frutas, brinde e 2 dias de campo para as atividades no SPAC. Todo esse trabalho envolvia um custo logístico e operacional que foi abraçado pela FPR num primeiro momento, e que não terá retorno diante da não realização do evento.

A FPR apoia o desenvolvimento estruturado do Rugby XV Feminino e desenvolveu um projeto de longo prazo, que demandou meses de trabalho voluntário do comitê feminino – que, para além da organização
dos encontros, estava trabalhando na captação de patrocínio e organização de jogos internacionais e nacionais para as rugbiers participantes.
As treinadoras Lúcia Aquila e Marcia Muller, também trabalhando voluntariamente, haviam montado um planejamento técnico com atividades práticas e teóricas, prevendo a continuidade da evolução
individual das jogadoras durante os encontros previstos para o ano de 2018. Bem como a estruturação de um ou dois times para as partidas de rugby XV previstas para o mês de novembro.

O planejamento técnico incluía ainda a presença de especialistas em scrum, um ponto de atenção importante para a segurança das jogadoras, e a presença de educadores internacionais. Treinadores de equipes femininas também estavam convidados a participar dos encontros, como forma de ajudar no desenvolvimento da modalidade nos clubes. Diante da falta de interesse real por parte das jogadoras em participar, o Comitê Feminino da FPR está reavaliando a continuidade do projeto. O e-mail feminino@fprugby.org.br é o nosso canal de comunicação para equipes que queiram se envolver verdadeiramente e ajudar a tornar este projeto viável.

Por fim, nosso sincero agradecimento às atletas que nos buscaram para obter mais informações e cumprirem com o que se propuseram a fazer quando declararam ter interesse em participar dos eventos de XV feminino da FPR. Agradecemos também às treinadoras, equipe de arbitragem e ao SPAC pela disponibilidade em fazer parte deste projeto.

Atenciosamente,

Comitê Feminino da FPR

São Paulo, 01 de março de 2018