Rugby de Calcinha

Jogue rugby em uma Universidade nos EUA

Atenção meninas que jogam rugby com a idade entre 14 e 15 anos! Do dia 13 de dezembro ao dia 13 de janeiro de 2018 estarão abertas as incrições de um programa que dará oportunidade para 2 atletas estudarem fora do Brasil e de quebra jogar muito rugby. Quer saber mais?

ENTENDA O PROGRAMA

O RugbyXchange é um programa de mentoria destinado a meninas do 8º e 9º ano, que estudam em escolas públicas ou em escolas particulares como bolsistas. É necessário que possuam bom desempenho tanto no rugby quanto na escola.
O objetivo é auxiliar essas meninas a continuar seu desenvolvimento acadêmico e esportivo até a conclusão do Ensino Médio, preparando-as para o processo de aplicação (application) nas melhores Universidades dos Estados Unidos através do rugby. O application é um processo longo e composto de várias etapas. São exigidas as notas nas provas americanas do SAT I, SAT II, TOEFL, o histórico escolar completo do Ensino Médio, cartas de recomendação de professores e técnicos, dentre outros requisitos.
A mentoria será facilitada por Taci e Izzy, que conhecem muitxs treinadorxs das Universidades norte-americanas e ajudarão jovens atletas a terem todas as ferramentas necessárias para ingressar nestas faculdades.

COMO TUDO COMEÇOU

A ideia do projeto surgiu quando Taci Pereira, curitibana e bioengenheira recém-formada em Harvard, percebeu que o Brasil tinha muito talento jovem no rugby que poderia ser aproveitado para levar boas atletas às melhores Universidades do Mundo. Em 2014, um ano depois de começar seus estudos em Harvard, Taci teve seu primeiro contato com o rugby. Iniciou os treinos e, ao passar suas férias no Brasil naquele ano, participou do Campeonato Paranaense.
Após retornar aos treinos na faculdade, Taci procurou saber mais sobre o processo de aplicação para as Universidades norte-americanas através do esporte. Foi então que, em conversa extremamente encorajadora, sua então técnica de rugby afirmou que bastaria apresentar uma boa atleta e com bom desempenho acadêmico que a conexão estaria feita. Após intensos debates com a Ana Cássia, o projeto começou a tomar forma.
Além de Taci, compõem o time: Izzy Cerullo, atleta olímpica, que também se formou em uma Universidade Ivy League (Columbia), Ana Cássia Sato Campos, ex-atleta, advogada e aficionada pelo esporte e Marjorie Yuri Enya, especialista em programas e eventos de rugby, responsável pelos eventos de rugby nas Olimpíadas Rio 2016.

INSCREVA-SE!

As inscrições começam no dia 13 de dezembro e vão até dia 13 de janeiro. Após essa primeira fase, haverá um período de entrevistas para as finalistas e o resultado das duas meninas que receberão assessoria a partir de 2018 será dado no dia 10 de fevereiro de 2018.

13/12/2017 – 13/01/2017: Período de inscrições
18/01/2018: Anúncio das aprovadas para a segunda fase
21/01 – 01/02/2018: Período de entrevista das finalistas
10/02/2018: Anúncio das escolhidas para o RugbyXchange

Para mais informações, visite www.rugbyxchange.com.br

*Se você não preenche os requisitos, mas tem interesse em jogar rugby em Universidades dos Estados Unidos, você pode entrar em contato com a equipe do programa. 

SEJA UM APOIADOR

O projeto conta com trabalho completamente voluntário, por isso está fechando parcerias com empresas que podem ajudar a cobrir os custos de operação. Além disso, o RugbyXchange em breve irá lançar uma lojinha com produtos de rugby, cujos lucros serão inteiramente utilizados para cobrir os custos do programa e auxiliar as meninas selecionadas. O Daquiprafora e Ivy Test Coach já estão dentro! Para também se tornar um apoiador, mande um email para contato@rugbyxchange.com.br.