Rugby de Calcinha

Atletas do Rugby participaram da Operação Tocantins do Projeto Rondon

Um projeto com a importância do Rondon, atletas do rugby não poderiam deixar de participar. A Operação Tocantins teve início dia 20 de janeiro, em Barrolândia/TO. Dentre as atividades desenvolvidas foram ministradas palestras, oficinas, cursos e rodas de conversas com informações sobre bem-estar, saúde e cidadania, direitos humanos e educação.
As atletas Daniele do 7Dourados Rugby Clube e Vitória Taurus Rugby de Uberlândia participaram do projeto, onde ministraram oficinas que foram divididas nas seguintes etapas:
• Contextualização sobre o que é o rugby, leis básicas, histórico e os princípios;
• Como é feita a bola de rugby a partir da bola de futebol;
• Rugby tag com as crianças
No total foram 16 municípios, prioritariamente com IDH baixo, atingidos pelo projeto, com jovens entre 08 e 16 anos.

É a primeira vez que o rugby faz parte do projeto e não poderia ter começado melhor. O interesse dos jovens das escolas pública foi enorme, ainda mais para um esporte pouco conhecido por eles, o que animou muitos as atletas. É o rugby abrindo fronteiras.

Para quem não sabe o que é o Projeto Rondon
O Projeto Rondon, sob coordenação do Ministério da Defesa, é conduzido em estreita parceria com o Ministério da Educação, o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, o Ministério da Saúde, o Ministério do Meio Ambiente, o Ministério da Integração Nacional, o Ministério do Esporte e a Secretaria de Governo da Presidência da República.
É uma ação interministerial do Governo Federal realizada em coordenação com os Governos Estadual e Municipal que, em parceria com as Instituições de Ensino Superior, reconhecidas pelo Ministério da Educação, visa a somar esforços com as lideranças comunitárias e com a população, a fim de contribuir com o desenvolvimento local sustentável e na construção e promoção da cidadania.
O Projeto Rondon prioriza, assim, desenvolver ações que tragam benefícios permanentes para as comunidades, principalmente as relacionadas com a melhoria do bem-estar social e a capacitação da gestão pública. Busca, ainda, consolidar no universitário brasileiro o sentido de responsabilidade social, coletiva, em prol da cidadania, do desenvolvimento e da defesa dos interesses nacionais, contribuindo na sua formação acadêmica e proporcionando-lhe o conhecimento da realidade brasileira.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Ministério da Defesa, Daniele Menezes.

Foto: Daniele Menezes