Rugby de Calcinha

Sonho olímpico desperta a necessidade da formação de seleção de desenvolvimento

rio 2016

As calcinhas juvenis do rugby estão dando o que falar. A primeira participação das meninas na Copa Cultura Inglesa de Verão 2013 animou a comissão técnica da CBRu composta por Brent Frew, Chris Neill e Youssef Driss, a observar mais de perto estes jovens talentos.

Tanto na Copa Cultura Inglesa como no Super Sevens, meninas de todos os times tiveram a chance de serem observadas e avaliadas, e mesmo em times que não obtiveram vitórias foram observados talentos, afinal boas atletas não estão somente em times vitoriosos.

Todos os jogos foram observados, o que deixou todas em condições de igualdade, não dependendo de pertencerem a este ou aquele clube e sim dependendo exclusivamente de seu desempenho em campo.

A partir destas observações formou-se um selecionado com o objetivo de renovação e preparação de uma seleção B (desenvolvimento), focando os jogos olímpicos de 2016 e 2020. Algumas meninas foram convocadas para um primeiro treino que aconteceu neste fim de semana (31/08/e 01/09) em São José dos Campos.

O resultado do fim de semana foi a inclusão de vinte meninas no Projeto Pódio Olímpico, que será um trabalho focado para as olimpíadas de 2016 e 2010. Onde as meninas selecionadas terão uma bolsa auxílio de R$ 1.500,00, para investimento em seus treinamentos, além de todo suporte médico, psicológico e nutricional que recebe a seleção principal.

Porém é bom deixar bem claro que não se trata de profissionalização, no Brasil ainda não existe (infelizmente) atletas profissionais de rugby, pois por mais que a dedicação seja exclusiva ao rugby não existe nenhum vinculo empregatício entre as partes, podendo ser o contrato rompido a qualquer momento dependendo do rendimento apresentado pelos atletas do projeto.

 Saiba com foi o treino da preparação para a seleção B feminina.

Durante todo o fim de semana as meninas participaram de uma série de atividades onde foi analisado basicamente o poder de aprendizado e assimilação de cada uma (quem aprende rápido). A comissão técnica se revezou na aplicação de exercícios de fundamentos e ataque e defesa e contou com o apoio de jogadoras como Lucia, Paulinha, Julia Sardá, Baby e Juca, que ajudaram na aplicação dos exercícios e deram dicas valiosas para as meninas.

974496_643451642340171_853027845_n

Em palestras com a psicóloga da seleção Fátima Novais e a nutricionista Ana Paula Tanaka, as meninas ouviram sobre a importância do gerenciamento das emoções e controle do medo, stress e ansiedade bem como a importância da alimentação na vida do atleta de alto rendimento.

No domingo o dia iniciou com instruções em sala e depois partiram pra prática, com técnicas de defesa com Youssef e técnicas de ataque com a Lucia.

O treino prático foi encerrado com um jogo onde todas puderam mostrar seu potencial em campo, afinal de contas sabemos que muitas meninas se comportam de uma maneira no treino e de outra em situação de jogo.

Foi um final de semana muito proveitoso, onde todas as meninas com certeza levaram pra casa além do aprendizado, o estímulo para continuarem a correr atrás de seus sonhos. Todas ao final do treino tiveram a chance de ficar frente a frente com Chris Neil e Youssef Driss, além de toda a comissão técnica e equipe de apoio (formada pelas tupis) para um feedback sobre sua atuação no treino. Algumas não ouviram o que queriam mais saíram de lá com a lista de todos seus pontos positivos e negativos e dicas de como melhorar suas deficiências.

Desejamos boa sorte a todas  e logo voltamos com mais novidades e com a lista das meninas contempladas pela projeto Pódio Olímpico.

Conheça algumas atletas que participaram do treino.