Rugby de Calcinha

Seleções universitárias do Brasil a caminho da Universíade Kazan-13

195525_328127_selecao1

Competições da modalidade Sevens, nas categorias masculina e feminina, serão disputadas entre os dias 14 e 17 de julho, em Kazan, na Rússia

São Paulo (SP) – As seleções brasileiras de Rugby Sevens, que representarão o País na Universíade Kazan-13, já estão prontas para a disputa da 27ª edição dos Jogos Mundiais Universitários de Verão. As competições da modalidade serão realizadas entre os dias 14 e 17 de julho. Os jogadores da seleção masculina embarcaram na madrugada da segunda-feira (9), no Aeroporto de Cumbica. Já a seleção feminina embarcou na madrugada desta terça (10), também em Guarulhos (SP). Uma viagem estimada em mais de 40 horas, até a chegada ao destino final. Quando chegarem à Rússia, ambas equipes terão dois dias (12 e 13) de treinamentos oficiais, na véspera da competição.

No último fim de semana, as seleções do Brasil treinaram na cidade de São José dos Campos (SP), visando a competição. “Tanto o feminino quanto o masculino ficaram concentrados nesse fim de semana, em São José, se preparando para a viagem. A seleção masculina treinou junto com a seleção de XV no sábado e no domingo. Já a feminina teve um dia a mais de preparação, que foi a segunda-feira” explica o treinador da seleção masculina, Mauricio Coelho.

A seleção masculina está no grupo D, ao lado de três equipes europeias: Romênia, França e Itália. A estreia será contra os romenos no domingo (14), às 6h02 (horário de Brasília). Ainda no mesmo dia, os Tupis enfrentam os franceses às 11h32, encerrando a participação na primeira fase contra os italianos na madrugada da segunda-feira (15) às 5h34. “Assisti alguns vídeos das seleções sub-21 dos nossos três adversários, para ter alguma ideia do que nossos atletas terão pela frente. Dos três países, apenas a Romênia não é tão tradicional no esporte, mas o fato é que os três vêm de boas escolas no Rugby. Hoje em dia a informação é muito disseminada, então mesmo uma nação mais tradicional ou mais emergente pode apresentar excelentes equipes” analisa Mauricio Coelho.

Já as atletas da seleção feminina terão quatro adversárias no grupo B, com dois jogos por dia. Por chegarem um dia após a equipe masculina, elas terão menos tempo de adaptação a Kazan, que tem 7h de fuso horário para o Brasil. “São 41h de viagem estimada. As meninas não terão muito tempo de adaptação, pois chegam na quinta-feira, terão apenas os dois dias de treinos oficiais. Na sexta-feira está reservado para nós um treino 30 minutos no local dos jogos, enquanto no sábado o treinamento será mais longo, de 1h30 de duração” conta Lúcia Ferreira, treinadora do feminino.

No primeiro dia de competições, as Tupis enfrentarão EUA e China, às 3h06 e 10h26 (horários de Brasília), respectivamente. Já no dia seguinte, segunda-feira, terão pela frente Grã-Bretanha, às 3h44, e Itália, às 7h02. “Não temos tantas informações sobre as outras equipes, mas espero termos bons resultados, ganhando uma ou duas partidas. Das adversárias, a Grã-Bretanha, que reúne Irlanda, Inglaterra, País de Gales e Escócia, sem dúvida é a mais forte, por toda tradição no esporte” disse Lúcia Ferreira.

Na terça-feira (16) serão realizadas as eliminatórias, e na quarta (17) as finais de cada categoria. As principais disputas da Universíade Kazan-13 serão transmitidas ao vivo e gratuitamente pela internet. A FISU (Federação Internacional de Esporte Universitário) disponibiliza os jogos através do link www.livefisu.tv.

Participação das seleções brasileiras na Universíade:

Seleção masculina – Grupo D
14/06
Romênia x Brasil – 13h02 (local) / 6h02 (Brasília)
França x Brasil – 18h32 (local) / 11h32 (Brasília)

15/06
Itália x Brasil – 12h34 (local) / 5h34 (Brasília)

Seleção feminina – Grupo B
14/06
Brasil x EUA – 10h06 (local) / 3h06 (Brasília)
Brasil x China – 17h26 (local) / 10h26 (Brasília)

15/06
Grã-Bretanha x Brasil – 10h44 (local) / 3h44 (Brasília)
Itália x Brasil – 14h02 (local) / 7h02 (Brasília)

Confira os atletas convocados para representar as duas seleções brasileiras:

Seleção masculina:
Diego Lopez
Lucas Piero
Diogo Borges
Pedro Lopes
Martin Schaefer
Gustavo Albuquerque
Bruno Garcia
Leco Castiglioni
Marco Cervi
Jefferson Felisberto
Eddy Pecapedra

Seleção feminina:
Nivia Boz
Thamara Rangel
Raquel Kochhann
Heloise Kulig
Vanessa Gardellim
Angélica Gevaerd (Binha)
Carla Barbosa (Zaza)
Amanda Ricci
Gabriela Bercht
Juliana Menezes
Vivian Gama
Beatriz Silva

Comissão Técnica
Treinadores: Lúcia Ferreira (feminino) e Mauricio Coelho (masculino)
Preparador Físico: José Eduardo Moares
Manager: Marjorie Enya

Fonte: ZDL