JUCA 2013 terá partida amistosa entre Cásper e ECA-USP

29 de maio de 2013
JUCA 2013
Abertura por Teresa Raquel Bastos

Nesse feriadão de Corpus Christi acontece o JUCA – Jogos Universitários de Comunicação e Artes. A cidade de Jacareí-SP é a sede da edição 2013 e, mais uma vez, o rugby feminino aparece, mas sem ser modalidade obrigatória.

No evento anual, o masculino já figura entre os esportes necessários para contar pontos na competição. A ausência de meninas para jogar fez com que o feminino ainda não entrasse para o regulamento como obrigatório.

Mas quem pensa que as calcinhas não estarão em campo, engana-se. Haverá amistoso demonstrativo entre Cásper Líbero e ECA-USP, na sexta-feira, às 11h20. Os dois times entrarão para jogar na expectativa de conquistar o coração de outras universitárias e também ter uma competição como estímulo para continuarem.

Confira abaixo a reportagem da Rafaela Marchetti, estudante da Cásper, que conta porque esse ano será especial.

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

Rugby Cásper - time feminino

Por Rafaela Marchetti

De cabeça fria e coração quente foi como nos comprometemos a entrar em campo contra a ECA na próxima sexta-feira (31) em Jacareí. Temos um compromisso com cada uma das meninas da família rugby, com cada uma das pessoas que acredita em nós, e um compromisso com a Luiza, que lutou enquanto pôde para estar ao nosso lado, e que nos assistirá lá de cima, dando força para cada uma daquelas 7 meninas em campo.

Jogaremos com 8. A força, a coragem, a determinação da guerreira que nos deixou no último dia 22 está com cada uma de nós. Dispostas a dar o sangue e mostrar que não estamos indo para Jacareí a passeio.

Perder mais do que uma guerreira, uma integrante da Família Rugby Cásper, foi um choque, triste, doloroso. Choramos, sorrimos e demos risadas lembrando de cada momento que tivemos com ela, e percebemos que ela está dentro de nós. Uma semana antes do JUCA isso é decisivo.

Sabemos o quanto a Luiza amava tudo aquilo, como ela se esforçou para estar com a gente, como sofreu quando teve que parar de treinar, como acreditava quando dizia que estaria em campo com a gente no JUCA. Tudo isso é decisivo porque nos dá uma sede de vitória inimaginável. Vamos enfrentar a ECA-USP como ela enfrentava qualquer obstáculo que passasse pela vida dela: com garra e de cabeça erguida.

ECA-USP
O RUGBY UNIVERSITÁRIO
O rugby sempre sofreu para conseguir crescer, hoje vemos o time masculino com muitos jogadores novos e credibilidade, e percebemos que estamos chegando lá. Enfrentar todas as dificuldades nos uniu como mais do que um time. Acredito que muitos não entendam quando falamos que somos uma  família, só entende quem sente.

Domingo é dia de estar com a família, com o/a namorado/a, e é difícil fazer com que todos entendam por que saímos no meio de um almoço em família, ou deixamos de ir ao cinema pra ir ao Villa Lobos treinar. Afinal, como explicar para os avós que estou saindo do almoço com a família para encontrar com minha outra família? Minha família adotiva, aquela que não é de sangue, mas que enfrenta, comigo, muitas dificuldades para manter o time, para fazê-lo crescer.

Família Rugby Cásper

A equipe adversária é forte e tem mais experiência, mas nós somos uma família. Usando palavras de uma das nossas jogadoras, me atrevo a dizer que cada uma de nós é um Power Ranger, e quando nos juntamos viramos um Megazord. O Megazord não funciona sem a união de todos os integrantes de uma equipe, e quando eles se unem para formá-lo ficam fortes como nunca.

Juntas, nós podemos mais. Podemos provar que somos maiores e melhores. Provar que o Rugby é o que nos uniu, mas não é só por ele que continuamos juntas. O esporte nos uniu, mas por ele, pela nossa nova estrela que está no céu, e pela Cásper, nós vamos dar mais que o nosso 100%, vamos dar 200%, porque temos toda a força da maior das guerreiras do exército vermelho com a gente.

Acredito na nossa força, na nossa garra, na nossa persistência e na nossa coragem. E quer saber mais? Eu nunca vi o Megazord perder. 

________________________

Nota da editora: Luiza, a qual o texto se refere, é Luiza Ferrari, estudante da Cásper Líbero que faleceu no último 22 de maio após anos lutando contra um câncer.