Rugby de Calcinha

Rugby de Cueca: futebol é legal, mas já não é unanimidade

rugby e futebol bola
Por Renato Gomes

Que o rugby é um dos esportes que mais crescem no Brasil, ninguém pode negar. E somado ao fato que há uma exorbitante dificuldade em conseguir investimentos nos clubes já existentes, alguns do futebol estão abrigando em seu rol de esportes a nossa boa e velha modalidade de cavalheiros (e também de damas).

Recentemente o S. C. Corinthians Paulista resolveu incorporar o rugby e fez uma seletiva com a participação de muitos atletas de diversas faixas de conhecimento no esporte.  Hoje, ainda que recente, já é cotado como uma das equipes que poderão despontar com qualidade nacionalmente.

rugby e futebol

Na semana que se passou, inclusive, começaram a executar seus treinos na cidade de Barueri, onde ali estabelecerão um centro de treinamento que certamente dará ao rugby bons frutos.

E não é só o Corinthians. No Rio de Janeiro, o C. R. Vasco da Gama também conta com uma equipe de rugby, bem como, em São Paulo, o time da Portuguesa abriga o Lusa Rhynnos Rugby, e o Galícia Esporte Clube, em Salvador, tem também o Galícia Rugby Clube (inclusive com feminino).

A grande preocupação dos amantes e praticantes do rugby é quanto à manutenção das tradições do esporte com a chamada “futebolização do rugby” que “assola” não somente no Brasil, mas também em outros países da América do Sul.

Nick Kennedy, Gonzalo Garcia

Na Argentina, por exemplo, alguns clubes que recentemente passaram a abrigar equipes de rugby têm tido alguns problemas. Desde relacionados com o comportamento de atletas em campo, quanto a posição da torcida que tende a aplicar nas partidas de rugby o mesmo que é aplicado nas partidas de futebol: o juiz é um mero coadjuvantemente e ele está sempre erra e por isso merece ser achincalhado e desrespeitado por todos.

Mas para que não percamos as sagradas tradições do rugby, temos que a cada dia enaltecê-las, tanto dentro quanto fora de campo. Os tradicionais terceiros tempos são um tapa na cara de quem acha que o rugby é bagunça. Nosso momento de confraternização mostra ao grande público que, mesmo vestindo cores diferentes, mesmo tendo gostos e opiniões diferentes, podemos conviver em grande harmonia, fazendo do esporte o que o esporte é: diversão.

Não há dúvidas de que os clubes que abrigarem o rugby farão com que nosso esporte cresça em passos maiores e mais firmes. Porém, há que se ter cuidado para que ele não seja contaminado por alguns poucos que acham que esporte bruto é desorganizado, pois o rugby é um fator agregador também na educação de nossas crianças.

 

E você, o que acha da ligação entre futebol e rugby?