• Home  / 
  • Não usar
  •  /  Dia das mães: as dores e delícias de ser uma mãe do rugby

Dia das mães: as dores e delícias de ser uma mãe do rugby

12 de maio de 2013

Mães do rugby

Por Rebeca Spago

Desde meu último relato como “mãe do rugby” as coisas mudaram radicalmente. Me envolvi bastante com o esporte nestes dois últimos anos e tenho só a agradecer por isso.

Passei a escrever para este site, tomar conta das páginas do SPAC Juvenil e SPAC Kids, e me tornei manager do time dos meus filhos. Me perguntam muitas vezes o porque de deixar a profissão e o trabalho pra trás para me dedicar ao sonho dos meus filhotes, à vida deles!

Obviamente qualquer mãe deseja participar intensivamente da vida dos filhos, mas poucas têm este direito e privilégio. Eu posso. Eu faço. Eu sou uma “mãe do rugby”, literalmente!Família rugbier

Conheço várias que estão na mesma situação que eu e ainda incluem razões sociais no seu dia a dia, como nosso calcinha Wanda Leca que além de ajudar seus próprios filhos rugbiers, é a manager do Vivendo o Rugby e Curitiba Rugby Feminino. Minha sincera homenagem a você, Wanda querida. Guerreira é bem pouco para o título que você merece!

Mas daí me perguntam: você não sofre ao ver seus filhos dentro do ruck? Porque afinal, um esporte de tanto contato faz com que muitos não compreendam minha escolha.

Eu respondo: É CLARO que sofro! Quem me vê torcendo e gritando na beira do campo, sabe que morro quando eles estão lá no meio, levando pisões de chuteiras enormes e com muita força. Mas eles saem sorrindo, felizes, agradecidos por mais um dia, mais um jogo, mais um contato, mais um terceiro tempo. E isto não tem preço!

Dia das Mães 6

Conheci várias mães de jogadores com a mesma idade dos meus e de outras idades também. Posso confirmar que SOMOS TODAS IGUAIS, só mudamos de endereço (às vezes nem de time).

Então, a vocês mães do rugby, o nosso FELIZ DIA DAS MÃES! Vocês são maravilhosas por acompanhar, por torcer, por sofrer, por curar, por cuidar, por lavar as roupas encardidas, por estarem presentes a cada momento de glória ou derrota de seus pequenos grandes jogadores.

Vocês merecem o mundo neste dia e sempre!

Um beijo e um agradecimento especial a todas, de nós, as mães e futuras mães do Rugby de Calcinha. <3